MEGA 21

Central de Atendimento


telefone (21) 3325-4242
MEGA 21
 
Você está em: Inicial >> Artigo >> 563 Baixos Niveis de Vitamina D Podem Aumentar O Risco da Doenca de Parkinson

Artigo


Loja Mega 21




Baixos níveis de vitamina D podem aumentar o risco da doença de Parkinson


28/07/2010 10:00



Baixos níveis de vitamina D podem aumentar o risco da doença de Parkinson



Estudos anteriores relataram que baixos níveis sanguíneos de vitamina D (medido em soro de 25-hidroxivitamina D) são observados pessoas com Doença de Parkinson, em comparação com congêneres saudáveis. Paul Knekt, do Instituto Nacional de Saúde e Bem-Estar, em Helsínquia (Finlândia), e colegas estudaram se séricos de vitamina D são predicativos do risco do mal de Parkinson. A equipe avaliou 3.175 homens e mulheres, com idades entre 50 a 79 anos, que não com doença de Parkinson no início do estudo. Os indivíduos foram seguidos por um período de 29 anos, durante que a incidência do mal de Parkinson foi rastreada. Os investigadores determinaram níveis séricos de 25-hidroxivitamina D nível de amostras de sangue congelado armazenado no início do estudo, e usaram um modelo matemático para estimar a relação entre a concentração sérica de vitamina D e incidência da doença de Parkinson. Indivíduos com maior concentração sérica de vitamina D apresentaram um risco reduzido de doença de Parkinson.

Após o ajuste para fatores de confusão, o risco relativo da doença de Parkinson entre o maior e o menor quartil dos níveis séricos de 25-hidroxivitamina D foi de 0,33. A equipe conclui que: “Os resultados são consistentes com a sugestão de que os elevados níveis de vitamina D fornecem proteção contra a doença de Parkinson".

Doença do soro da vitamina D e o risco de Parkinson



Objetivo:

Investigar se o nível de vitamina D sérica prediz o risco da doença de Parkinson.

Projeto estudo de corte



Fixação

O estudo baseou-se no Health Mini- Finlândia Survey, que foi conduzido 1978-1980, com a ocorrência e acompanhamento da Doença de Parkinson até o final de 2007. Durante o período de 29 anos de seguimento 50 incidências de doenças de Parkinson ocorreram. Sérica de 25-hidroxivitamina D foi determinado nível a partir de amostras congeladas armazenados na base. Estimativas da relação entre a concentração sérica de vitamina D e a doença de Parkinson incidência foram calculadas usando o modelo de Cox.

Participantes três mil cento e setenta e três homens e mulheres, com idades entre 50 a 79 anos e sem doença de Parkinson na linha de base.

Principal medida e desfecho de incidência da doença de Parkinson.



Resultados

Indivíduos com maior concentração sérica de vitamina D mostraram um risco reduzido de doença de Parkinson. O risco relativo o maior ou menor após ajuste para sexo, idade, estado civil status, educação, consumo de álcool, física de lazer atividade, tabagismo, índice de massa corporal, e no mês de tirar sangue.

Conclusões

Os resultados são consistentes com a sugestão que altos níveis de vitamina D protegem contra Parkinson doença. Contudo serão necessários mais estudos para elucidar de maneira definitiva e científica as vantagens da vitamina D na doença de Parkinson.

Como fornecer vitamina D ao organismo deficiente



A exposição ao sol desencadeia a produção de vitamina D na pele. Alguns alimentos também representam uma fonte desta vitamina. O óleo de fígado de bacalhau foi utilizado também como suplemento alimentar para evitar o raquitismo, sendo hoje em dia facilmente substituível por medicamentos contendo vitamina D, mas a vitamina D da luz solar continua a ser preferível.

A vitamina D pode ser encontrada sob duas formas: o ergocalciferol (vitamina D2) e o colecalciferol (vitamina D3). O ergocalciferol é produzido comercialmente a partir do esteróide ergosterol encontrado em vegetais e leveduras, através de irradiação com luz ultravioleta. É utilizado como suplemento alimentar para enriquecimento de alimentos como o leite com vitamina D. O colecalciferol é transformado pela ação dos raios solares a partir da provitamina D3 (7-deidrocolesterol) encontrada na pele humana. Ambas as formas D2 e D3 são hidroxiladas no fígado e rins a 25-hidroxicalciferol e subseqüentemente à forma biologicamente ativa, o 1,25-di-hidroxicalciferol (calcitriol), que atual como um hormônio na regulação da absorção de cálcio no intestino e regulação dos níveis de cálcio em tecidos ósseos e renais.

A vitamina D é fundamental para a homeostase do cálcio no organismo. Como outras vitaminas, deve ser consumida em quantidades adequadas, evitando faltas e excessos.

A quantidade de vitamina D que um adulto precisa varia, de acordo com a idade, de 5 mg a 10 mg, chegando a 15 mg em idosos com mais de 70 anos.

Poucos alimentos são considerados fontes de vitamina D, mas entre eles encontram-se a gema de ovo, fígado, manteiga e alguns tipos de peixes como a cavala, o salmão e o arenque. Embora em menor quantidade, a sardinha e o atum também têm vitamina D.

Nos Estados Unidos da América é obrigatório que o leite seja reforçado com vitamina D. Outros alimentos e bebidas também podem ser reforçados com vitamina D nos EUA, inclusive cereais matinais prontos para comer, produtos lácteos, bebidas à base de soja e sucos, porém são insuficientes por eles só.



Paul Knekt, DPH; Annamari Kilkkinen, PhD; Harri Rissanen, MSc; Jukka Marniemi, PhD; Katri Sääksjärvi, MSc; Markku Heliövaara, PhD

Arch Neurol.2010, 67 ( 7) :808- 811. doi: 10.1001/archneurol.2010.120




Índice das Principais Atividades dos

Centros Médicos MEGA 21



BIOPLASTIA CORPORAL



Bioplastia O que é Bioplastia
Bioplastia de Glúteos Bioplastia de Glúteo
Bioplastia de Mão Bioplastia de Mão
Bioplastia de Panturrilha Bioplastia de Panturrilha
Bioplastia de  Peitoral Bioplastia de Peitoral
Bioplastia de Pênis Bioplastia de Pênis
Bioplastia de Ombro Bioplastia de Ombro
Bioplastia Genital Bioplastia Genital
Bioplastia Íntima Bioplastia Íntima Feminina

BIOPLASTIA FACIAL



Bioplastia de Lábios Bioplastia de Lábios
Bioplastia de Maçãs do Rosto Bioplastia de Maçãs do Rosto
Bioplastia de Mento Bioplastia de Mento (Queixo)
Bioplastia de Nariz Bioplastia de Nariz
Bioplastia de Rugas Bioplastia de Rugas
Bioplastia no Contorno do Rosto Bioplastia no Contorno do Rosto

GERIATRIA E MEDICINA ANTIENVELHECIMENTO



Diabetes Diabetes
Hormônios Bioidênticos Hormônios Bioidênticos
Medicina Antienvelhecimento Medicina Antienvelhecimento
Menopausa Menopausa e Climatério
Modulação Hormonal Modulação Hormonal
Nutrologia Nutrologia
Osteoporose Osteoporose
Pausas Hormonais Pausas Hormonais
Reposição Hormonal com Plantas Reposição Hormonal com Plantas

LIPOESCULTURA E CIRURGIA PLÁSTCA



Lipo de Abdômen Lipo de Abdômen
Lipo de Braço Lipo de Braço
Lipo de Coxa Lipo de Coxa
Lipo de Mama Feminina Lipo de Mama Feminina
Lipo de Mama Masculina Lipo de Mama Masculina
Lipo de Papada Lipo de Papada
Lipo de Púbis Lipo de Púbis
Laser SmartLipo Laser SmartLipo
Cuidados antes da Lipoaspiração Cuidados antes da Lipoaspiração
Cuidados depois da Lipoaspiração Cuidados depois da Lipoaspiração
Efeitos adversos da Lipoaspiração Efeitos adversos da Lipoaspiração
História da Lipoaspiração História da Lipoaspiração

MEDICINA ESTÉTICA



CeluliteCelulite
Estrias Estrias
Flacidez Flacidez
Gordura Localizada Gordura Localizada
Cosmética Dermatologia Cosmética (Cosmiatria)
Medicina Estética Medicina Estética
Rejuvenescimento facial Rejuvenescimento Facial

MEDICINA ORTOMOLECULAR E EMAGRECIMENTO



Dieta-ortomolecular Dieta Ortomolecular
Emagrecimento Emagrecimento
Medicina Ortomolecular Medicina Ortomolecular
Nutrologia Nutrologia
Perder-peso Perder Peso
Obesidade Obesidade
Terapia Ortomolecular Terapia Ortomolecular
Tratamento Ortomolecular Tratamento Ortomolecular

NEUROLOGIA E NEUROPSIQUIATRIA



Depressão Depressão no adulto e na criança
Dor Dor de Cabeça
Neuroendocrinologia Ortomolecular Neuroendocrinologia Ortomolecular
Neurofisiologia Clínica Neurofisiologia Clínica
Neurologia Neurologia
Neuropsiquiatria Ortomolecular Neuropsiquiatria Ortomolecular
Psiquiatria Ortomolecular Psiquiatria Ortomolecular

NEUROCIRURGIA



Neurocirurgia Neurocirurgia
Dor Tratamento da Dor

OUTRAS ESPECIALIDADES



homeopatia Homeopatia
Cirurgia Geral Cirurgia Geral
Clínica Médica Medicina Interna e Clínica Médica
Medicina Regenerativa Medicina Regenerativa
Nutrologia Nutrologia

Bioplastia
Emagrecimento Ortomolecular
Medicina Antienvelhecimento


Preocupamos-nos com a medicina ética apoiada nas diretrizes da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), do Conselho Regional de Medicina e do Conselho Federal de Medicina. Oferecemos o melhor aos pacientes através da pesquisa e do trabalho médico científico nacional e internacional.

Com a finalidade de esclarecer totalmente aos pacientes informamos:

Que as Especialidades Médicas pelas normas do Conselho Federal de Medicina são as estabelecidas pela Resolução CFM Nº 1.763/05 (http://www.portalmedico.org.br/resolucoes/cfm/2005/1763_2005.htm)

Que todos os médicos especialistas e suas especialidades constam nos sites: http://www.cadastronacionalmedico.org ou http://www.portalmedico.org.br/novoportal/index5.asp
 

Bioplastia

 
MEGA 21 ® Todos os Direitos Reservados - Mapa do Site - Política de Privacidade